Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Thanatos em Dom 14 Abr 2013, 15:50

Relembrando a primeira mensagem :

A Morte de Admeto - Missão dos Ceifadores

Era um dia incomum, Akylli Nake passeava pelo Acampamento Meio-Sangue lenta e desanimadamente quando sentiu uma aura corrompida caminhando por ali. Levantou sua cabeça e viu o filho de Hades se aproximar, seu olhar era colmo, mas transmitia algo que fazia Akylli se preocupar. Cassius Bellasco parou quando ficou lado a lado com Akylli, um de frente para o local em que o outro percorrera, sem se olha nos olhos.

- Ele apareceu para você, não foi? – Disse o garoto.

- Sim, mas não me disse nada! O que ele quer? – Disse a filha de Poseidon, apreensiva.

- Uma missão, nosso futuro está preso a ela – Disse Cassius – vamos lá, Quíron também já sabe.

Os dois semideuses então pegaram seus medalhões e entraram no submundo, próximos ao tártaro, já estando com a missão em andamento.




Spoiler:
Ordem: Akylli >>> Cassius >>> Tânatos
- Falas Tânatos - - Falas Cassius - - Falas Akylli - - Falas Admeto - - Outros -
Narração "Pensamentos"
avatar
Thanatos

Mensagens : 51

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo:
Nível: 1
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Akylli Nake em Seg 06 Maio 2013, 20:17

Tudo fora rápido, a criatura que a Nake chamara há instantes não aparecera ainda. Porém a fé da filha de Poseidon não morrera, ela continuava rezando para que o Pégaso atendesse seu chamado. Akylli piscara com frequência, forçando pensamentos rápidos. Ela assobiara novamente, o mais alto possível, reforçando o pedido que poderia acudi-la. A mesma ajeitara sua foice, pronta para atacar Alceste. A garota entrara em desespero observando Cassius lutar, temendo que o mesmo se ferisse. Mesmo com o medo, Akylli sabia que Alceste estava emocionalmente impotente, dando uma vantagem ao Bellasco.

Se o Pégaso aparecesse, Akylli pretendia faze-lo esperar por alguns segundos. O suficiente para que a mesma apunhalasse Alceste pelas costas, desferindo um golpe na vertical, de cima para baixo. E após, que Cassius e ela montassem na criatura, seguindo para o combate contra Admeto. Caso a estratégia desse errado; se o Pégaso não aparecesse, a ceifadora pretendia ainda finalizar a luta da mulher com o ceifador, ainda apunhalando Alceste pelas costas. E tentaria achar uma maneira mais rápida possível de chegar a Admeto, pronta para a próxima luta; sempre atenta a bússola.






Akylli Nake
FILHA DE POSEIDON | CEIFADORA DE TÂNATOS

credits @
avatar
Akylli Nake
Poseidon
Poseidon

Mensagens : 36

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Filha de Poseidon/Ceifadora de Tânatos
Nível: 5
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Cassius Bellasco em Ter 07 Maio 2013, 19:54

A Primeira Missão - O Ceifador - Post 9

Ainda sem muita ação, pretendo continuar bloqueando os golpes da mulher. Continuar esperando uma oportunidade para desarma-la e dando espaço para Akylli. Pretendo aumentar a velocidade e a força de meus movimentos, de forma que Akylli não seja notada e que os golpes dela se tornem menos eficazes a cada segundo de luta.

Caso consiga tomar a arma de Alceste eu pretendo desfazer a prisão que rodeia-nos de alguma forma e então partir para onde a bússola apontava, junto a Akylli parado derrotar Admeto.

- Desculpa Alceste - Digo eu - Mas temos nosso próprio certo e errado. E nele somente nós estamos certos.


Última edição por Cassius Bellasco em Sab 11 Maio 2013, 15:58, editado 2 vez(es)




Vantagens: • Reflexos Aprimorados • Furtividade • Ambidestria (nível 2)
Desvantagens: • Curioso • Efeito Colateral • Aura Má
[/center]
avatar
Cassius Bellasco
Hades
Hades

Mensagens : 54

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: FIlho de Hades/Seguidor de Hypnos
Nível: 6
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Thanatos em Ter 07 Maio 2013, 20:54

A Morte de Admeto - Missão dos Ceifadores - Turno 10

Alceste por fim desiste de suas lágrimas de tristeza, porém a angústia toma conta dela de forma tão grande que lágrimas de sangue escorrem por sua face. Pouco depois disso, Cassius pode ver a ponta de uma lâmina aparecer das vestes dela na altura do estômago, a fiel esposa de Admeto tosse sangue, uma tosse sofrida. Apesa de tudo, um sorriso se abre e o vermelho brilhoso que estava em seus olhos fitaram Cassius em um olhar de admiração.

- Fiz o que pude – Diz ela – Dei meu melhor, agora posso morrer em paz. Vão e façam sua parte, para que morram com o mesmo sorriso que eu. Porém travem a batalha certa, por favor – As palavras maternas de Alceste bateram em Cassius como pedra, enquanto Akylli focava em um belo cavalo que pousava na parte superior da gaiola, sua cor era preta e suas assas grandes e brilhosas. O brilho do olhar de Alceste sumiu, enquanto lágrimas surgiam nos olhos do ceifador e um sorriso de esperança brilhava na face da filha de Poseidon.


Última edição por Tânatos em Dom 12 Maio 2013, 14:26, editado 1 vez(es)
avatar
Thanatos

Mensagens : 51

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo:
Nível: 1
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Akylli Nake em Qua 08 Maio 2013, 13:03

Os olhos de Akylli iluminaram-se ao avistar a criatura se aproximar, um magnifico cavalo negro alado. Este relinchava e soltava umas reclamações de estar tão próximo ao submundo, porém era educado com sua senhora.

- Oh, que bom que atendeu meu chamado! - Akylli falou. - Espere um minuto.

A Nake aproximou-se de Cassius e lançou-lhe um olhar duvidoso.

- Você consegue nos soltar daqui? - disse a ceifadora - É.. Temos uma batalha a enfrentar com Admeto, neste mesmo lugar. - terminou a mesma.

A filha de Poseidon ficou a espera de alguma ação de Cassius, enquanto observava o Pégaso. E caso o semi deus conseguisse os soltar daquela jaula, ela montaria o cavalo. A jovem moça pretendia atacar Admeto montada na criação de seu pai, travando o primeiro golpe da luta.





Akylli Nake
FILHA DE POSEIDON | CEIFADORA DE TÂNATOS

credits @
avatar
Akylli Nake
Poseidon
Poseidon

Mensagens : 36

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Filha de Poseidon/Ceifadora de Tânatos
Nível: 5
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Cassius Bellasco em Qua 08 Maio 2013, 14:46

A Primeira Missão - O Ceifador - Post 10

Balancei a cabeça com força, limpei os olhos e me voltei para Akylli. Me agachei e peguei o cajado de Alceste, pretendo lançar algum feitiço ou desfazer a prisão com ele. Em seguida, pretendo seguir Akylli para onde estava Admeto.

- Chega de contratempos, temos que ir atrás de Admeto e mata-lo – Disse firmemente – Ele ainda deve estar ocupado com Caronte, não é? Vamos aos Estúdios M.A.C.

Por fim pretendo guardar o cajado para caso ele seja útil.


Última edição por Cassius Bellasco em Sab 11 Maio 2013, 16:07, editado 3 vez(es)




Vantagens: • Reflexos Aprimorados • Furtividade • Ambidestria (nível 2)
Desvantagens: • Curioso • Efeito Colateral • Aura Má
[/center]
avatar
Cassius Bellasco
Hades
Hades

Mensagens : 54

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: FIlho de Hades/Seguidor de Hypnos
Nível: 6
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Thanatos em Qua 08 Maio 2013, 16:56

A Morte de Admeto - Missão dos Ceifadores - Turno 11

Foi desconfortável para Cassius, porém ambos chegaram ao local onde um Caronte tranquilo lutava contra um desesperado Admeto. Em um golpe desesperado o “ex-morto” invoca uma lança, que aparece em suas mãos e toca as vestes do barqueiro, que some e reaparece atrás do balcão.

- Até que enfim... Eu estava começando a descansar com esse péssimo lutador – o barqueiro estala os dedos e sorri, o cajado de Alceste vai até as mãos de Akylli e Admeto fica boquiaberto.

- Vocês mataram Alceste? – Diz ele – Por fim ainda roubaram seu cajado?

- O cajado pertence a quem a matou, senhor... – Uma voz rouca sai de trás de Admeto. Era o deus Apolo, com as mãos e pés amarrados. Admeto liberta o deus com um corte de sua espada. Apolo tenta se erguer sozinho, mas as ordens de Admeto que a seguir seriam impostas o impediram.

- Fiquei ai, sua dívida comigo terminará no momento em que matar estes dois semideuses – Admeto sorri maliciosamente para os dois semideuses – Também tenho cartas na minha manga! Vou assistir a luta e usar seus corpos para dominar o Olimpo!


Última edição por Tânatos em Dom 12 Maio 2013, 14:24, editado 1 vez(es)
avatar
Thanatos

Mensagens : 51

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo:
Nível: 1
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Akylli Nake em Qui 09 Maio 2013, 18:52

Akylli permanecia surpresa, ela ficara montada no Pégaso. A ceifadora manuseava o cajado em suas mãos, correndo o mesmo pelos dedos e o observando detalhadamente. Lutar contra o Deus Apolo estava fora de cogitação, porém era preciso. A garota piscara pesadamente ao sentir o calor e a luz que Apolo emanava, detestando o fato de ter de lutar com o mesmo.

Nake lançara um último olhar a Cassius, uma mistura de apelação com preocupação. No mesmo instante que a jovem descera do cavalo a mesma posicionou a foice em posição de batalha, segurando-a de forma que lhe desse vantagem na defesa. E ainda, segurou o cajado com sua mão esquerda, pronta para tentar lançar algum feitiço contra seu inimigo.







Akylli Nake
FILHA DE POSEIDON | CEIFADORA DE TÂNATOS

credits @
avatar
Akylli Nake
Poseidon
Poseidon

Mensagens : 36

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Filha de Poseidon/Ceifadora de Tânatos
Nível: 5
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Cassius Bellasco em Sab 11 Maio 2013, 15:35

A Primeira Missão - O Ceifador - Post 11

Um deus seria nosso oponente, simplesmente. Pela primeira vez segurai o cabo das duas espadas temendo não ver o final da luta. Nunca admirei Apolo, agora ele era desprezível, sua liberdade dependia de minha vida. Aproximei-me alguns passos de Akylli, assentindo para a garota de forma encorajadora. Pretendo dar cobertura para ela seguindo contra Apolo enquanto a ceifadora descobre como usar o cajado.

- Akylli, veja como funciona, mire em Admeto como alvo alternativo, não sei. Te darei cobertura. – Falei antes de sair girando as espadas rumo ao deus do Sol.

Pretendo usar todas minhas habilidades nessa luta. Meus golpes, meus desvios, saltos e tudo mais.

- Venha, Apolo! - Gritarei, por fim, com a voz firme.




Vantagens: • Reflexos Aprimorados • Furtividade • Ambidestria (nível 2)
Desvantagens: • Curioso • Efeito Colateral • Aura Má
[/center]
avatar
Cassius Bellasco
Hades
Hades

Mensagens : 54

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: FIlho de Hades/Seguidor de Hypnos
Nível: 6
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Thanatos em Dom 12 Maio 2013, 14:24

A Morte de Admeto - Missão dos Ceifadores - Turno 12

*Akylli Nake

O poder tomou conta de Akylli, que nada mais ouviu depois que 12 segundos se fecharam de ela estar segurando tal instrumento. Como se fosse água, porém sólido e gelado, algo atravessou suas veias, fazendo que ela sentisse uma leve dor. A onda subiu, se dirigiu até o olho esquerdo e fechou o direito. A visão de Akylli estava aguçada, conforme o gélido material de feitiçaria tomava conta dela, a mesma sentia o lado esquerdo do corpo ficar cada vez mais sobre-humano. A filha de Poseidon sentiu a força dominar seu braço, a velocidade a consumir suas pernas e o poder o peito. Admeto fitou-a, amedrontado.

Em um gigantesco salto a garota ficou frente a frente com Admeto, sentiu vontade de fazê-lo sofrer e, com um simples tocar do cajado no peito do homem, o lançou a metros de distância. O cajado havia aceitado Akylli como dona, assim como não aceitou Alceste. Quando voltou a tocar no chão a ceifadora sentiu uma onda de dor e uma de cansaço, no lado esquerdo e no direito, respectivamente. O cajado caiu de sua mão, o corpo voltou ao normal imediatamente. Só então viu na sua frente algo que a chocou.

*Cassius Bellasco

Logicamente que em sua primeira vez controlando Apolo, Admeto não se sairia perfeitamente. Com muitos treinamentos pesados o filho de Hades seguiu determinado a vencer a luta, se esquecendo do medo mais uma vez. Em um primeiro golpe, onde o ceifador pulou e estendeu a espada com a mão encolhida para trás, Apolo se saiu bem, desviando da espada com as correntes presas em suas mãos. Admeto ainda não exercia controle sobre um Apolo que lutava interiormente. Apolo foi chutado para longe quando o pé de Cassius atingiu a altura que sua espada estava, o deus cai de costas, mas logo já estava em pé.

Cassius sorriu, soube que poderia sair vivo dali. O garoto investiu de novo, enquanto sua Espada Imortal estava erguida ao seu lado, fazendo com que ele tivese um membro de quase dois metros estendido ao seu lado, enquanto a Espada de Ferro Estígio arrastava no chão ao seu lado, sem ser arranhada. Apolo partiu, agora dominado pelo poder de Admeto, para cima, usando seu poder e as correntes que o prendiam.

*Ceifadores X Apolo

A partir daí, a ceifadora assistiu tudo. Quando Cassius girou por cima de Apolo em uma velocidade que nem mesmo o deus acompanhou, girou o corpo e arranhou as costas do deus profundamente. O sangue dourado jorrou da ferida. A atenção de Cassius se voltou para a garota ao longe, sorrindo, porém foi pego de surpresa, sendo chutado para longe por um Apolo de, agora, cinco metros de altura, que segurava um arco e flechas, além de uma adaga, todos proporcionais a seu tamanho.


Obs: Akylli está no começo da sala, com o cajado aos seus pés. Apolo está no meio da sala, a cinco metros da garota e a cinco de Cassius, atirado contra caixas de madeira no canto do local.




Thanatos
Are you afraid of death?
avatar
Thanatos

Mensagens : 51

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo:
Nível: 1
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Akylli Nake em Seg 13 Maio 2013, 20:34

Akylli engolira rapidamente tudo que acabara de ver e sentir, recuperando-se do choque de largar do cajado. Assim que a garota voltou para si espantou-se com um Apolo de pelo menos cinco metros pouco distante da mesma. Ela agachara-se o mais rápido possível, alcançando o cajado. A filha de Poseidon tentara se acostumar com a pressão da força do artigo para feitiços, apertando os olhos por dolorosos e longos segundos. Nake o segurava com firmeza, piscando pesadamente ao fitar o deus do Sol.

Ela já planejava uma estratégia, repensando-a até por a mesma em ação. Esta era de lançar um feitiço forte contra Apolo a fim de distraí-lo, para que Akylli e Cassius pudessem aproximar-se dele sem serem interrompidos. Após, a jovem atacaria o deus da melhor forma possível, golpeando-o na diagonal com a foice na mão direita. Volte e meia a prole dos mares pretendia lançar alguns feitiços para dar-lhes vantagem na batalha.

A ceifadora olhara calmamente para Cassius, sussurrando uma frase; Eu te amo. E em seguida, iniciando sua estratégia.





Akylli Nake
FILHA DE POSEIDON | CEIFADORA DE TÂNATOS

credits @
avatar
Akylli Nake
Poseidon
Poseidon

Mensagens : 36

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Filha de Poseidon/Ceifadora de Tânatos
Nível: 5
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Cassius Bellasco em Seg 13 Maio 2013, 21:54

A Primeira Missão - O Ceifador - Post 11

Simplesmente sorri e fui me esquecendo do mundo por dois ou três segundos antes de formar as palavras “Por favor, não morra!” e “Eu também te amo” com a boca, sem deixar sair som algum. Percebi a ceifadora perdida em seus pensamentos e dedicada a uma elaboração rápida de estratégia. Sua face se tornou determinada e por fim eu sabia que estava na hora. Ergui-me com leve esforço e logo já tinha as espadas em mãos, pronto para atacá-la. Observei os movimentos de Akylli, que se arriscava com aquele cajado, que era nossa única esperança.

Abaixei a cabeça, pensando na dor que ela teria ao cuidar de Akylli após ela usar esse instrumento provavelmente amaldiçoado. Olhei para a garota que investia contra um inimigo de 5 metros, tendo seus poucos centímetros a mais que um metro e meio, sorri neste pensamento “Nada vai te acontecer, Akylli... Nada...”. Por fim pretendo correr e juntar-me a ela, na mesma intenção de antes, usar de todo meu conhecimento e técnica para derrotar Apolo.




Vantagens: • Reflexos Aprimorados • Furtividade • Ambidestria (nível 2)
Desvantagens: • Curioso • Efeito Colateral • Aura Má
[/center]
avatar
Cassius Bellasco
Hades
Hades

Mensagens : 54

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: FIlho de Hades/Seguidor de Hypnos
Nível: 6
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por James E. Von-Grapp-Harden em Ter 28 Maio 2013, 06:30

OFF: Assumirei a missão a partir de agora. Como não sou em quem narrava antes, não esperem que as coisas aconteçam da mesma forma.
Li toda a missão e peço que, a partir de agora, diminuam a quase nada os erros de ortografia, porque quando eu não entendo o que um herói quer dizer, ou quando vejo que ele não interpretou bem o que eu disse, sacaneio.

ON:

A tensão naquele aposento fazia com que cada segundo demorasse uma eternidade para passar. Caronte, atrás de seu balcão, assistia à luta com apreensão, pois não poderia mais intervir diretamente, por ordens de Hades, e também não gostaria de ver o saguão de seu local de trabalho destruído. De um lado, ambos os semideuses respiravam pesadamente enquanto se preparavam a enfrentar uma entidade poderosa e a ceder a um destino que, naquela circunstância, estava praticamente predito. Do outro, Apolo encarava os dois heróis que se opunham a ele, segurando seu arco na mão esquerda e deixando a direita livre e pronta para puxar flechas da aljava ou desembainhar sua adaga. Atrás dele, Admeto tratava de sorrir para demonstrar sua satisfação e confiança que, em seus olhos, não figurava. Muito pelo contrário, uma ponta de preocupação deixava comparecer que seu plano não era desprovido de falhas.
Aqueles últimos momentos de vida ou morte entre os meio-sangues criara um laço entre os dois. Imersos nesse elo harmonioso, ambos atacaram em simultaneidade. Apolo pegou uma flecha, armou seu arco fluidamente – tudo isso em milésimos de segundos – e atirou-a exatamente entre os heróis. O simples poder contido nela os projetou para trás, como a força física de uma explosão, e eles caíram contra o chão, levantando-se com os cotovelos doloridos.
O deus do sol avançava a passos lentos e seguros; aquelas crianças nada poderiam fazer para detê-lo. Assim que se levantaram tão bem quanto mal, Cassius Bellasco ergueu sua espada imortal, arfante, pensando no quão impossível seria derrotar um ser tão poderoso quanto Apolo. De seu lado, Akylli Nake suspendeu a foice, sentindo-se subitamente impotente. Mas não desistiria e, se tivesse de morrer, fá-lo-ia por Tânatos. A ceifadora encheu o pulmão de ar e confiança, brandiu o cajado e, sem importar-se com as consequência, apontou-o para o deus. A arma enfeitiçada brilhou de um azul-turquesa e uma onde de poder da mesma cor saiu de sua lâmina para ir atingir o deus no peito, que cambaleou alguns passos para trás.
Os dois ceifadores trocaram olhares estupefatos ao ver Apolo piscar os olhos como se acordasse de uma transe. O deus fitou os semideuses, Caronte e Admeto, então se virou para esse último.
– Sua infame esposa atreveu-se a me enfeitiçar, Admeto? Vejo que as punições que lhes são atribuídas no Submundo não têm servido.
Admeto pareceu surpreso com o desandamento de seu plano.
– Você me deve isso, Apolo!
– Não. Eu já retribuí no passado, quando era um simples pastor, porém já pretensioso.
O deus do sol ergueu um braço e Admeto foi arrastado magicamente até a mão aberta do deus, que se cerrou sobre seu pescoço. O homem que outrora conhecera o Mundo dos Mortos, mas por amor à vida, dele decidiu fugir, passou a brilhar intensamente até se desmaterializar por completo.
Apolo encarou os semideuses com apreensão. Decerto eram ceifadores, seres que, contrariamente a seus filhos e a si mesmo, absorviam morbidez e escuridão. Eram repugnantes. Mas ainda assim tinham-no salvado.
– Akylli Nake, filha de Poseidon e ceifadora de Tânatos, quero que fique com essa foice mágica. Como imagino que não sabe como utilizá-la, sinto-me na obrigação de lhe dizer que ela só serve para criar ilusões. Ilusões que, em confronto com mentes fracas, parecerão reais. Se quer uma dica, treine antes de sair usando-a, porque é mais poderosa do que parece.
O deus voltou-se para o outro meio-sangue.
– Cassius Bellasco, filho da Hades e ceifador, quero que fique com a bússola. Ela, no entanto, não indicará mais a posição de Admeto. Mas quando rodar sua agulha, atenderei seu chamado e virei ao seu socorro para ajudá-lo da melhor maneira possível.
A entidade voltou-se para Caronte e, sem acrescentar qualquer palavra, fez com que o saguão voltasse a sua arrumação normal, como se não tivesse ocorrido ali um confronto mortal minutos antes.
– Obrigado, ceifadores. Seu mestre saberá de suas proezas por mim.
Então, com essa despedida, o Apolo desapareceu, deixando os garotos com o barqueiro na sala. Este último olhos para ambos com um sorriso aprovador e acrescentou:
– Vou ajudá-los.
Então ambos viram-se sentados na grama, nos campos de morango do Acampamento Meio-Sangue, de mãos dadas.

Recompensas:

Akylli Nake → 150 dracmas; 500 de experiência; Foice Ilusória.
Cassius Bellasco → 150 dracmas; 500 de experiência, Bússola do Sol.
avatar
James E. Von-Grapp-Harden

Mensagens : 86

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Filho de Atena
Nível: 100
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Admeto e o Amor à Vida - Missão de Akylli Nake e Cassius Bellasco

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum