Trisha P. Holmes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trisha P. Holmes

Mensagem por Trisha P. Holmes em Qui 23 Maio 2013, 18:51

Sexo: Feminino.

Idade: 16 anos.

Raça: Semideusa

Destreza: Direito

Características:
Positivas:Boa Aparência [-1 Ponto], Boa Fama [-1 ponto], Eloquente [-1 Ponto].
Negativas Amnésia [+1 Ponto], Alergia (Água Benta) [+1 Ponto], Código da Gratidão [+1 Ponto].

História: Eu nem sempre fui a bizarrice que sou hoje, já fui uma adolescente normal, do tipo que iria a todo o tipo de festas, se apaixonava pelas celebridades do momento, que tinha tanto orgulho dos cabelos longos que sempre que podia deixava-os soltos. Eu tinha uma mãe, um pai e uma irmã caçula. Pelo menos é o que me falaram, pois não me lembro de nada que veio antes da chacina, a única coisa que eu me lembro é de que eu quase morri.
Os médicos disseram que eu tive uma “experiência de quase morte”. Em um momento estavam ali, todos rindo, conversando em outro momento estávamos todos ali, caídos no chão, mergulhados em uma poça de sangue.
- Trisha? – A voz de Near me tirou do transe.
Despertei, vendo que todos, inclusive o professor, estavam me olhando como se algo em mim chamasse atenção. Balancei a cabeça, sentindo-me um pouco tonta.
- Senhorita Parker, a senhorita está bem? – O Professor perguntou.
- Só estou um pouco tonta. – Respondi
Sentei-me na cadeira, tentando afastar as lembranças tão ruins que vinham a minha mente. Além de perder minha família comecei a ver estranhos seres ao meu redor, foi por causa disso que eu fui chamada de aberração. O professor havia pedido para que eu fosse à enfermaria, quando cheguei lá, após alguns pequenos exames fui liberada da escola.
Desde que sai do hospital fui criada pela minha tia, Rebecca, vice-presidente de uma marca de roupas. Eu me sinto um pouco mal, acho que estraguei um pouco a vida dela. Rebecca me acolheu por não ter muita opção, meu pai era filho único, meus avós já haviam falecido, e ela era a única irmã da minha mãe, ou ela me criava, ou eu iria parar em um orfanato até completar 18 anos. Ela é legal, mas quase nunca está em casa, na maioria das vezes fica até tarde trabalhando na empresa.
Ainda eram 14h27min, não tinha ninguém em casa e hoje era dia da visita da Psicóloga, uma mulher contratada pela minha tia para que eu superasse a “profunda perda” (Palavras dela, não minhas). Após algumas perguntas idiotas, ela tentava me levar para uma espécie de terapia. Mas de maneira nenhuma eu iria tomar partido nisso. De jeito algum eu podia sentar num círculo com um bando de pessoas angustiadas, esperando por minha vez para dividir a história do pior dia da minha vida. Eu quero dizer, como isso poderia ajudar?
Após a psicóloga ter ido embora, ouvi baterem na porta, o que era estranho já que eu não esperava ninguém. Desci sem pressa, estava lendo sobre os Doze trabalhos de Herácles, que iria ser meu trabalho para a aula de latim. Assim que eu abri a porta pude ver os cabelos castanhos e ondulados, a pele um pouco morena, os olhos castanhos escurecidos, a boca naturalmente colorida.
- Near? – Observei meu amigo. – O que está fazendo aqui?
- Você precisa sair daqui! – Ele disse com um semblante desesperado. – Agora!
Ele me puxou pela manga do casaco, não tive tempo de reagir, quando fui perceber estávamos bastante longe da minha casa. Puxei a manga de meu casaco fazendo com que Near parasse de correr e só então fui reparar em suas pernas, eram cheias de pelo como as de um bode.
- Para onde está me levando e o que houve com suas pernas? – Perguntei.
- Olha, eu te explico pelo caminho, mas por favor anda logo. – Disse ele.
Enquanto praticamente corríamos a toda velocidade, Near me contou que era um sátiro, uma criatura mitológica, disse que eu era uma semideusa, ou seja filha de alguma divindade grega que não sabia qual era. Após algumas explicações que eu sinceramente achei não ser importante ele disse que iríamos para um lugar chamado Acampamento Meio-Sangue, onde Semideuses treinam para aprenderem a sobreviver, matar monstros e honrar seus progenitores.

Questionário:

I) Qual desses adjetivos te descreve melhor?
c) Sagaz.

II) Se um dos seus amigos sumisse, o que você faria?
d) Sentaria para pensar – sem agir precipitadamente – tomando assim melhor decisão pensada.


III) Nas horas vagas, você gosta de:
a) Devorar livros.

IV) Sobre a sua família:
b) Apesar dos meus problemas familiares, eu dou meu sangue por ela.

V) Qual estilo de luta se aproxima mais do seu:
f) Sempre tento evitar uma luta com conversa, mas se não tem jeito, parto para cima.

VI) Você está passando pelo bosque quando vê um cara tentando pôr fogo nas árvores. O que você faz?
d) Vou até ele e tento convencê-lo a parar com aquilo.

VII) Como seria seu par perfeito, mais ou menos?
e) Reservado, pensa mais do que fala.

VIII) O que mais gosta (ou gostaria) de fazer nas férias?
e) Visitar um museu.

IX) Se você pudesse escolher seu(sua) pai/mãe divino(a), quem seria?
Atena
avatar
Trisha P. Holmes
Atena
Atena

Mensagens : 1

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Atena
Nível: 1
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trisha P. Holmes

Mensagem por Afrodite em Qui 23 Maio 2013, 19:13

Bem vinda ao acampamento filha de Atena




Afrodite Deusa Olimpiana
Deusa do amor e da beleza • Staffer  • Sexy • Linda e seduzente • plus que ma proprie vie...


Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics
avatar
Afrodite

Mensagens : 138

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Zeus
Nível: 999999999
Inventário:

http://pll-secretsforever.forumeiros.com/forum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum