Castigo Gélido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Castigo Gélido

Mensagem por Quione em Dom 23 Mar 2014, 23:08

Mais um dia no acampamento Meio-Sangue e a mais nova prole de Zeus, saiu do chalé, construído para os filhos do grande rei do olimpo. Esta foi atingida por uma corrente de ar muito fria que fez um calafrio de congelar a espinha percorrer seu corpo. A garota voltou correndo para ao recinto e bateu a porta atrás dela, colocou uma blusa comprida e uma jaqueta por cima de sua camiseta do acampamento.  

Ao caminhar até a arena para suas atividades matinais percebeu que algo estava errado, sátiros procuravam algo por toda parte, mas Emmy, não fazia ideia do que os mesmos buscavam tão intensamente. A campista ouviu murmúrios constantes sobre "esse ser o dia mais frio que o acampamento já passou", vindo dos filhos de Apolo, que pareciam robôs, por conta do modo que andavam de tanta roupa que vestiam.

A expressão preocupada de Quíron, foi a primeira coisa que chamou prendeu a atenção da campista ao pisar na areia grossa da arena. Emmy, morrendo de curiosidade quis saber o que estava acontecendo e seguiu até o encontro do centauro.

-Com licença, Senhor. -Ela disse e Quíron, olhou para a prole de Zeus com atenção e cautela. -Não sei se é da minha conta, mas... -Ela exitou por um segundo. -O que está acontecendo?

-É da conta de todos nós, senhorita Megs. -Ele respirou fundo. - Entre tanto, por hora não quero que todos os campistas saibam o que está acontecendo.

-Mas talvez eu posso ajudar... -Insistiu a garota.

Uma corrente de ar frio passa entre eles e segue em direção a casa grande. O olhar de Quíron, transborda entendimento, ele sente que isso era um aviso, por isso decide expôr a situação para a semideusa.

-Quione, está uma fera. Uma de suas crianças Mizore. Sumiu, a deusa diz que não damos importância ao assunto, pois ela é uma deusa menor e por conta disso jurou castigar o acampamento com os piores dias de inverno que já vivemos. E isso é só o começo, as coisas vão esfriar muito. Receio que a criança tenha se perdido na floresta e não sei se ainda está viva.
Intruções:

-Conte seu dia, relate o que sentiu e pensou. Depois prossiga de onde parei.
-Enquanto aos monstros que irás enfrentar, deixarei ao seu critério, porém seja coerente na escolha dos mesmo e derrote no mínimo três destes. (Não precisam ser todos iguais e nem ao mesmo tempo)
-Relate as armas que levou.
Boa Sorte. Qualquer duvida, fique a vontade para mandar MP's.





Déesse de la neige ♣️ Khione ♣️ Fille du Boreas dieu du vent


Beijos gélidos

avatar
Quione

Mensagens : 125

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Bóreas
Nível:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Castigo Gélido

Mensagem por Convidado em Qua 26 Mar 2014, 19:59


Apenas Um Dia Frio?

.Antes de julgar, costumo me perguntar quem sou eu.



Parte I
~Apenas um Sonho?
Sabe aquele sonho que te deixa confusa e te faz refletir se era realmente um sonho? As vezes, isso acontece comigo, e acabo imaginando se oque sonhei aconteceu ou não, pois eu consigo me mover e raciocinar perfeitamente nas terras de Morfeu. Porém, este não é um sonho em que te faça suspirar e querer sonhar ainda mais. Não. Pelo contrário, muito bem pelo contrário.
O frio estava insuportável, o sol começava a desaparecer por completo, o chão era encoberto de neve e os flocos caiam do céu sem cessar. Na floresta a semideusa andava, sua perna machucada sentindo uma extrema dor, sua face cortada e a bravura de uma águia. Uma garota em uma árvore e três cães a sua espera. A face de medo encobriam o rosto de ambas, porém a bravura da prole de Zeus era maior, ela preparava sua espada e partia para a luta. Tudo oque Emmy pensava era de tirar a garota dali. E assim o sonho acabou.

~Oque?
A garota acordava sem entender nada, sua cabeça girava e mal enxergava as coisas a sua volta. Após um tempo sentada em sua cama esperando uma melhora a semideusa levanta e vai em direção ao chuveiro, estabilizar sua mente. A água quente banhava a jovem. Sua tontura havia passado, a respiração ofegante voltara ao normal. Ao puxar a toalha para junto de si, após desligar o chuveiro, um frio percorre seu corpo, fazendo-a vestir rapidamente seus jeans azul escuro e sua camiseta fogosa do Slayer. A garota espia o relógio pendurado na parede do chalé, 7 horas da manhã, calça seu All Star preferido e abre a porta para se encontrar com seus irmãos no pavilhão do refeitório, quando é atingida por um frio intenso.
A semideusa volta para dentro do chalé, certificando-se que a porta mantinha-se fechada,  a mesma troca seus calçados por uma bota preta e veste sua jaqueta mais quente, uma toca e um cachecol azul. Novamente a garota abre a porta e torna a sentir o ar gelado do acampamento coberto de neve e observando os campistas saindo bem vestidos de seus chalés. Os filhos se Apolo andando devagar devido a quantidade de roupas,  como verdadeiros "robôs". A garota segue a procura dos irmãos a caminho do pavilhão do refeitório, onde ouve conversas paralelas, com expressões como "temos que encontrar logo" ou até mesmo comentários de como "este é o dia mais frio do acampamento" feitos por alguns filhos de Apolo.
A semideusa se dirige até a arena e a expressão preocupada de Quíron, é a primeira coisa que chamou e prendeu a atenção de Emmy, curiosa para saber oque acontecia seguiu até o encontro do centauro.
-Com licença, Senhor. -Diz Emmy, vendo o olhar atencioso de Quíron -Não sei se é da minha conta, mas... - hesitou um segundo -O que está acontecendo?
-É da conta de todos nós, senhorita Megs. -Ele respirou fundo, o olhar de Quíron fascinava-a cada vez mais. - Entre tanto, por hora não quero que todos os campistas saibam o que está acontecendo.
-Mas talvez eu posso ajudar... -Insistiu a garota. Uma corrente de ar frio passa entre eles e segue em direção a casa grande. Quíron transborda entendimento, sente que isso era um aviso, então expõe a situação para a jovem.
-Quione, está uma fera. Uma de suas crianças, Mizore, sumiu, a deusa diz que não damos importância ao assunto, pois ela é uma deusa menor e por conta disso jurou castigar o acampamento com os piores dias de inverno que já vivemos. E isso é só o começo, as coisas vão esfriar muito. Receio que a criança tenha se perdido na floresta e não sei se ainda está viva.
-Irei encontrá-la, senhor. -responde a campista. -então segue em direção ao seu chalé.

Parte II
~Será Apenas O Começo?
A garota pega sua adaga e esconde-a no cano alto de sua bota, sua espada Nebulosa em sua cintura esquerda é posicionada, um escudo às costas junto da sua mochila, contendo um pouco de ambrosia (suficiente apenas para uma pessoa), um casaco mais leve, uma faixa, um conjunto de adagas extras e uma garrafa pequena de água. Sem perder tempo esta foi até a floresta do acampamento, pois não há maneira de esquecer que eu havia sonhado com uma garota esta noite, que no caso, estava na floresta. A campista anda por algum tempo em passos ligeiros, e Emily sabia que Mizore é uma garota valente e inteligente, além de ser tudo oque é, ela é sua melhor amiga, não podia deixa-la correr perigo. Após meia hora pelos caminhos da floresta, o frio começava a ficar insuportável, poderia começar a reclamar do frio, quando vê um animal surgindo por meio dos arbustos, o animal era diferente de todos que esta enfrentara até ali, rastejava e dava alguns passos em duas patas, ele era de cor de um cinza ou marrom e tinha o tamanho de um dragão de comodo, aproximadamente. Suas garras e dentes bem afiados tentavam impor medo á jovem, rosnava e andava em direção a garota, ao vê-lo se levantar sua primeira reação é de sacar a espada e golpeá-lo, porém o animal não pareceu se ferir, sua pele era escamosa era resistente o bastante. Fui me esquivando até ter alguma ideia de que fazer, nada vinha a mente a não ser a imensa vontade de se livrar do animal. A mesma continua a golpeá-lo com a longa espada em suas mãos. Após quatro golpes conseguiu deixá-lo em estado vulnerável, o animal parte para cima do rosto da garota arranhando-a no rosto e alguns pequenos arranhões em seus braços, pega por um angulo inesperada cravando suas garras em sua perna, uma dor terrível percorre de sua perna até o joelhos,  fazendo-a cair, o animal vinha em direção a sua face, como um abocanha uma maça, então a garota retira rapidamente a adaga de sua bota e ao vê-lo abrir a boca rasga a garganta do monstro com a adaga, tira rapidamente a sua mão de dentro da boca do animal, trazendo para perto de si, com muito esforço vira o monstro contra o chão e sem dó algum golpeia sua garganta até perfurar sua pele. Volta a pegar a sua espada e golpeia-o todo, até deixa-lo impotente. Vê o monstro sem alternativa, sem saída, senão esperar um milagre. A campista organiza suas coisas, busca uma faixa na mochila e enfaixa a perna, a dor ainda era de se suportar, a semideusa levanta-se, saindo de cima do monstro e segue novamente á procura de Mizore, pelos caminhos obscuros na floresta.

~O Encontro
Após muito andar, a semideusa perdida ainda não fora vista, nem por Emily e nem por qualquer um outro. A pequena Emmy procurava por todos os lugares, todos os arbustos, todos as frestas entre pedras, árvores, galhos. Simplesmente procurava em todos os lugares.
Emmy andou horas pela enorme floresta, a jovem já estava cansada e estava resolvida a parar e descansar um pouco, a perna desta estava a arder. Emmy soltou sua mochila e encostou-se em um tronco de árvore, descendo aos poucos, escorregando até chegar ao chão. A campista suspira e um grito invade a floresta.
-Ah! - embora Emmy não pudesse ter certeza de nada, ela conhecia aquele som. Sabia do que se tratava. Mizore.
-Estou indo Mizore! -gritou o mais alto possível. Colocou novamente sua mochila nas costas e correu pelas árvores. Miz! Me responde. Onde você está? - Mas a floresta voltara ao silêncio de antes. - Miz! Responde! -continuava a gritar.
Alguns segundos depois uma resposta.
-Emmy? - gritava Mizore - Estou próxima a barreira. Venha logo, Emmy!
-Estou indo! - Então disparou para junto da barreira e seguiu para o Norte da floresta.
Ali estava Mizore, com um corte em seu braço. A pequena estava em cima de um pinheiro sem alternativa alguma, sem ao menos poder descer devido a três cães infernais esperando por ela ali em baixo, sendo um cinza, um marrom e um completamente negro, ambos os olhos vermelhos sangue, que chamavam cada vez mais a atenção de ambas. 

Parte III
~Perdidas?
Emmy observava os cães por detrás dos arbustos, preparando sua espada nebulosa na mão direita para o ataque e o escudo no braço esquerdo, deu uma olhada em sua perna, ardia, porém sua vontade de ajudar a amiga era maior. A campista levanta-se, saindo detrás dos arbustos e parte para cima dos monstros.
-Ninguém mexe com minha amiga! - berra.
A prole de Zeus dá um golpe de espada no monstro cinza, acertando-o em suas costas, fazendo-o cambalear de dor, o cão logo foi ao chão, se fossem rápidas, haveria tempo suficiente de fugirem antes do cão recuperar-se. Todos os três cães viraram-se em direção a garota, prestes a atacá-la. A semideusa não tinha plano algum em mente, sua perna ardia de dor, a face de terror encobria o rosto de ambas as campistas, não se sabia se haviam esperanças, e nem se quer uma chance de vencer, a alternativa era lutar. E torcer para sair logo dali.
Os outros dois cães irritados chegavam devagar cada vez mais perto da garota, Emmy prepara-se e instrui Mizore.
-Eu não possuo muita experiência com monstros, Miz. Preciso que me ajude. - a garota encara o monstro com olhar cerrado, pronta para detê-lo. - Tente distraí-lo, por favor. Preciso de uma vantagem. - a jovem começou a juntar o máximo de neve que conseguiu jogar com o braço-bom. Deixando o cão marrom para Emmy.
Então a garota parte para cima do cão marrom e golpeia-o com a espada. O cão tenta mordê-la, mas Emmy consegue desfazê-lo com o escudo, que impede que seu machucado se aprofunde na perna. A garota abraçava violentamente o pescoço do cão,  e com um incansável esforço consegue colocar sua espada na garganta do monstro. E, as nuvens do céu começaram a juntar-se, expandindo-se em um enorme véu sobre as terras de Long Island.
A campista saiu de cima do cão e retirou a espada da garganta do mesmo e golpeou o cão negro, encoberto de neve. O cão foi virar-se para um ataque, então a campista golpe-a o com a espada em suas costas e ao ouvir um urro de dor, a campista finaliza fazendo um corte enorme em seu pescoço.
-Então? Como me saí? -exibe-se para Mizore,  com um sorriso.
- Exibida... - Mizore ri, revirando os olhos.
-Desça agora,  já temos o controle da situação. - instruiu Emmy à Mizore.
-Eu não consigo. Meu braço esta machucado. -reclamou, tocando com cuidado no ferimento.
-humm... - Emmy buscou em sua mochila o pouco de ambrosia que havia. Subiu no grande pinheiro e entregou-lhe. -Assim se sentira melhor... Então poderemos ir.

~A Entrega
Ambas ás semideusas desceram  e a prole de Zeus arruma suas coisas, começaram a caminhar, e pouco estavam em frente à casa grande. Entraram, e ali estavam Dionísio, Quíron e Quione. Ao ver a filha a deusa da neve correu ao seu encontro e abraçaram-se.
-Obrigada, cara Emmy. Sabia que você conseguiria. -olhou a garota de um jeito dócil.
-Eu precisava encontrá-la. É minha melhor amiga. Agora está entregue. - assentiram, achando engraçado o humor de Emmy. -Agora permitam-me. Preciso passar na enfermaria,  não se pode ser forte em todos os momentos.
Riram, o olhar da deusa enchia-se de gratidão e felicidade. Então a semideusa retirou-se e dirigiu-se para a enfermaria.


Tanks Babis @ BG

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Castigo Gélido

Mensagem por Quione em Sab 29 Mar 2014, 10:24

100 XP's
Talismã de gelo: Um objeto mágico que sempre volta para você, é impossível perde-lo. O mesmo é feito de cristal, indestrutível, onde é gravado a imagem da deusa da Neve. Você pode utiliza-lo para chamar três ursos polares, poderosos bichinhos de estimação com poderes glaciais de Quione, para lhe ajudar em batalha(Uma vez por missão).





Déesse de la neige ♣️ Khione ♣️ Fille du Boreas dieu du vent


Beijos gélidos

avatar
Quione

Mensagens : 125

Ficha de Personagem
Filiação/Grupo: Bóreas
Nível:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Castigo Gélido

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum